+55 (62) 3597-8100
Localize seu Ente querido
Orientações
O que fazer? Como funciona?
O que fazer em caso de falecimento
Guia rápido para tirar dúvidas
Residência

Após o óbito, a família deverá ir ao Distrito Policial mais próximo da residência, solicitar o registro da ocorrência e aguardar na residência o médico legista do Instituto Médico Legal (IML) para a emissão do laudo ou declaração de óbito.
O familiar responsável, munido dos documentos pessoais, documentos do falecido e Laudo Médico, deverá encaminhar-se a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), para solicitar o registro do Cadastro de Óbito. Munido desse documento, ligar para a funerária indicada no cadastro para a realização da remoção, preparação do corpo e encaminhamento para o local do velório.

Via Urbana

Nos casos de morte acidental, homicídio ou suicídio, acionar o Corpo de Bombeiros (193) ou SAMU (192), que irá acionar o Instituto Médico Legal (IML) para a remoção do corpo e emissão do Laudo Médico.
De posse desse documento e demais documentos pessoais do falecido, o familiar responsável deverá encaminhar-se a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) para o registro no Cadastro de Óbito. Na sequência, entrar em contato com a funerária indicada para as providências de remoção, preparação do corpo, encaminhamento e preparação do velório.

Hospital

O familiar responsável deverá procurar a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) munido dos documentos pessoais, documentos pessoais do falecido e o Laudo Médico fornecido pelo médico.
Na sequência, entrar em contato com a funerária indicada para as providências da remoção, preparação do corpo e demais preparativos para a realização do velório.

No Interior do Estado

O familiar responsável deverá, munido do Laudo Médico emitido pelo médico e demais documentos pessoais, ir ao Distrito Policial e solicitar o registro da transferência do corpo de um município para outro. Na sequência, contratar uma empresa funerária para realizar o traslado do corpo até a cidade de Goiânia.
O responsável deve procurar a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) para registrar a entrada do corpo no município de Goiânia. Caso a empresa funerária não esteja estabelecida neste município, de verá contratar empresa funerária deste município para demais providências no sentido do sepultamento no Parque Memorial de Goiânia. A Funerária Parque Memorial de Goiânia realiza o traslado de cadáveres de qualquer Estado ou Município para o Município de Goiânia.

Procedimentos para sepultamento

1° Conferência de quitação referente às obrigações relativas ao jazigo;
2° DOCUMENTAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO NO CEMITÉRIO:
- Guia de Cadastro de Óbito emitida pela SEMAS-Secretaria Municipal de Assistência Social, com atendimento 24 horas, localizada na Rua 25-A, esq. com a Avenida República do Líbano, s/n, Setor Aeroporto, Goiânia-GO, CEP. 74070-150, fones: (62) 35242643 / 35242688 / 35242689. Deverá apresentar este documento também quando do falecimento em outro município;
- Certidão de Óbito emitido por qualquer Cartório de Registro de Óbito, localizado no município do óbito. O Município de Goiânia possui cartório de plantão para atendimento 24 horas;
- Cópia da Carteira de Identidade do falecido e do titular;
- Nota Fiscal emitida pela funerária que realizou o serviço funerário. Observar a questão da urna de tamanho especial; bem como que o Parque Memorial de Goiânia NÃO realiza sepultamento em urna zincada;
- Nota emitida pelo PMG relativa aos serviços funerários realizados por este permissionário. Deverá observar os herdeiros ou segurado do falecido a questão do ressarcimento dos valores pagos;
- Autorização do titular do jazigo com cópia dos documentos pessoais;
- No caso de titular falecido, o herdeiro deverá apresentar a Escritura Pública de Inventário Extrajudicial ou Inventário Judicial, cópia dos documentos pessoais e comprovante de endereço.
- Recolhimento da Taxa de Sepultamento;
- Na impossibilidade da apresentação da Certidão de Óbito em razão do não funcionamento do órgão responsável (atendimento 24 horas), deverá ser substituída provisoriamente pelo Atestado médico e Laudo de Óbito do falecido emitidos por médico devidamente credenciado no CRM. Deverá também o responsável pelo sepultamento firmar Termo de Compromisso com o PMG para a regularização da pendência no prazo improrrogável de 15 (quinze) dias;
3° Encomenda da placa de identificação de lápide referente ao óbito.
Obs.: Em se tratando de sepultamento em urna de tamanho especial, tanto na largura quanto no comprimento, fica o titular notificado de que deverá comunicar ao cemitério com antecedência, visto que será excepcionalmente realizado o sepultamento em jazigo de uso temporário, com dimensões especiais para acondicionar a urna. É de responsabilidade do titular providenciar, após o prazo legal que autoriza a exumação, junto a administração do PARQUE MEMORIAL, a autorização, o pagamento da taxa de exumação e reinumação no jazigo de uso perpétuo do titular.

Locação da sala de velório

1° Reserva da sala, previamente indicada, com agendamento do dia e horário;
2° Cópia dos documentos pessoais e comprovante de endereço do locatário;
3° Assinatura prévia do Termo de Locação e Responsabilidade, antes da abertura da sala;
4° Pagamento do valor correspondente a locação pelo período de 24 horas; podendo ser renovado, por mais um período ou conforme a necessidade;
Obs: 1ª As Salas de Velório do PMG poderão ser locadas independente da realização do sepultamento no cemitério ou ter Plano Funerário com o Parque Memorial de Goiânia;
2ª Do valor cobrado pela locação da sala de velório será emitida Nota Fiscal no valor correspondente a cada óbito, conforme tabela previamente estabelecida e regulamento da SEMAS-Secretaria Municipal de Assistência Social do Município de Goiânia.

Para Exumação

1° Conferência de quitação referente às obrigações relativas ao jazigo;
2° DOCUMENTAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO NO PMG:
- Período de 5 (cinco)anos, salvo casos excepcionais, devidamente comprovado na Certidão de óbito;
- Autorização do titular do jazigo com cópia dos documentos pessoais;
- Em caso de herdeiro do titular, cópia dos documentos pessoais e comprovante de endereço;
- Recolhimento das taxas correspondentes aos serviços;
- Em caso de translado para outro cemitério terá que apresentar Declaração da Necrópole que receberá os restos mortais;

Para Reinumação

1° Conferência de quitação referente às obrigações relativas ao jazigo;
2°DOCUMENTAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO:
- Período de 5 (cinco)anos, salvo casos excepcionais, devidamente comprovado na Certidão de óbito;
- Autorização do titular do jazigo com cópia dos documentos pessoais;
- Em caso de herdeiro do titular, cópia dos documentos pessoais e comprovante de endereço;
- Recolhimento das taxas correspondentes aos serviços;
- Emissão pelo Parque Memorial de Goiânia de Declaração para a necrópole de origem, certificando da existência do jazigo em nome do interessado e apto a receber os restos mortais para o sepultamento.